terça-feira, 9 de junho de 2015

A MAGIA DOS DRAGÕES | Uma visão além do modismo.



A cada dia que se passa vejo cada vez mais ao meu redor pessoas falando sobre os dragões, sobre suas experiências e vivências muitas vezes “assustadoras”. Recebo semanalmente e-mails, mensagens in box, perguntas, relatos, histórias e afins sobre dragões e toda sua magia. Muitas vezes noto que tais vivências são intensas e verdadeiras, outras apenas projeções de um desejo, independente da forma que elas acontecem, o seu resultado e sempre impressionante. Noto que os Dragões assim como as demais esferas espirituais se aproximam e se afastam de nossa dimensão, isso de acordo com a necessidade de aprendizado de ambos os lados, muitas vezes podemos ver toda a egregora ativa em nossa dimensão, vida e cotidiano mágico, outras vezes são apenas uma lembrança de mestres que outrora estiveram junto de nós. 
Nesses anos de estudos, práticas e vivências com esses mestres, pude notar o quão sua egregora é rica e estruturada de uma forma leal, cortês, direta e mágica. Além de comprovar o fato de serem seres que transitam nas mais diversas egregoras e energias, em vários dos relatos que recebi e também por vivências que tive pude notar visitas de dragões em rituais de bruxaria, ritos xamânicos, ritos de ayaoasca, igrejas, terreiros, casas espíritas e afins. Isso prova que eles fazem parte de uma egregora que não se prende apenas ao que chamamos de “magia dos dragões”, eles são intermediadores e executores de funções de acordo com sua faixa vibracional de atuação, por isso digo que nem todos seguirão o caminho denominado de “magia dos dragões”, pois a magia dos dragões estará onde eles estiverem e não apenas em um sistema mágico. 
Pude notar nesses últimos tempos o grande crescimento de buscadores relacionados ao tema, grupos se formam para elucidar esse universo, cursos e obras nascem para facilitar a busca pelo caminho e contato com a egregora, tudo isso devido a aproximação cada vez mais intensa da esfera draconiana com a nossa dimensão. Essa esfera já esteve muito mais próxima de nós, porém por diversas situações que envolvem evolução e regressão eles se afastaram para que em outro momento, quando almas conscientes de suas jornadas e caminhos compreenderiam seu real valor e poder. 
Quando recebo algum questionamento do tipo “O que você acha que isso significa?”, “ Isso realmente é real?”, “Um dragão me escolheu?”... 
Eu respondo com de uma forma que muitas vezes poderá soar como uma resposta ríspida ou grossa, porém essa frase “A única pessoa que pode responder isso é você.” É a mais pura verdade, partindo do princípio que o contato com a esfera e o seu mentor dragão é como um relacionamento amoroso, as situações que ocorrem dentro dele tais como conversas, dúvidas, ensinamentos e afins dizem respeito apenas a você! Se dessa forma você ainda não se sentir seguro com a relação mágica e energética que está se iniciando, PARE! Sim, pare, e pergunte a si mesmo se está preparado e seguro para o que está acontecendo com você. Caso a resposta seja positiva ou negativa ela só dirá respeito a você e as suas escolhas, nesse caso muitos antes de você o Dragão saberá da situação e entenderá as escolhas que competem apenas a você.

Quando recebi a “missão” de criar os a Amigos Alados foi de fato um desafio, desafio esse que a cada postagem era superado e transformado em puro aprendizado e prazer. Desde o início deixei claro que o conteúdo postado lá era de cunho pessoal em nível de experiência e prática, muitas vezes canalizações recebidas em meio à madrugada que posteriormente virariam uma jornada ou vlog para aqueles que lessem ou assistissem pudessem sanar um pouco de suas dúvidas e inseguranças. Troca de experiências, textos traduzidos, rituais e afins fizeram parte da jornada de confirmar aquilo que era recebido para que fosse passado adiante com integridade e verdade. Ao longo dessa jornada muitas informações foram trocadas, parcerias firmadas e amizades solidificadas a fim de expandir ainda mais o que aprendíamos e assim poder ensinar com humildade e amor o que foi passado. 
Hoje sei que os Amigos Alados com seus textos e vlogs foi uma grande ferramenta para que novos buscadores chegassem até essa egregora draconiana que hoje está ainda mais em voga. 
Porém uma coisa que notei ao longo dessa jornada é que muitos, mas muitos buscadores queriam adentrar a egregora apenas pela curiosidade ou movidos pelo modismo pop draconiano, isso de certo modo me preocupou, pois assim como qualquer outra jornada mágica, a jornada do dragão é intensa, visceral e muitas vezes assustadora devido aos grandes desafios a serem superados e também saber lidar com o conhecimento e magia adquirida. E então eu pergunto o que você realmente espera dessa jornada? 
Muitos esperam títulos, outros poderes, força e afins... Porém poucos realmente desejam aprendizado, evolução e crescimento com o auxílio desses poderosos mestres. Uns querem apenas um “sopro” em uma poção, outros um pouco de magia para suas espadas e capas espalhafatosas... Mas o que realmente importa? O que realmente é necessário e verdadeiro?
Hoje tenho o privilégio de ter tido diversos mestres da esfera draconiana, com os quais pude aprender e evoluir em diversos aspectos de minha vida pessoal e mágica, ao escrever esse texto que agora você lê, pude notar e sentir que estamos em um momento onde eles estão muito mais próximos de nós, a ponto de um deles ficar brincando com o incenso que queima e inspira esse texto.

Sinta, analise, vivencie e sinta a verdadeira magia dos dragões.
Júlio Archanjo

Um comentário:

  1. Sou Draconiano desde os anos 2000/2001, e esse foi o primeiro post que realmente condiz com os ensinamentos que obtive.
    Parabéns.

    ResponderExcluir