terça-feira, 11 de outubro de 2016

Dragões e os Tesouros da Terra - Parte 2



Se você não leu a parte um, leia aqui: http://amigosalados.blogspot.com.br/2016/01/dragoes-e-os-tesouros-da-terra.html

Anteriormente na parte um começamos a explanar a utilização dos cristais na magia com os dragões. Nessa segunda parte mergulharemos um pouco mais nas profundezas das cavernas cristalinas e entenderemos o uso de alguns cristais que podem ser adquiridos por preços bem camaradas e de fácil acesso.
Dessa vez iremos ver algumas magias, rituais e encantos para proteção, cura, amor próprio e transmutação.
Pegue sua xícara de chá e seu livro de anotações e vamos juntos caminhar entre ametistas, quartzos e minerais.

Como os cristais ressoam com os dragões?
É bem simples a resposta para essa pergunta, assim como outros muitos seres os dragões também atuam em diversas camadas vibracionais, da energia mais telúrica até a mais cósmica. Atuar nessa vibração também significa atuar no reino mineral e em suas diversas variações, então teremos muitos cristais que se conectam facilmente com os dragões. Vale lembrar também que existe um fascínio por parte deles por esse reino, o brilho, a magia, os registros e as energias que os cristais possuem são de extrema importância para eles.
Veremos nessa segunda parte cinco cristais que podem ser encontrados com bastante facilidade em lojas do ramo.  Prepare-se para descobrir que os cristais “comuns” podem te surpreender em poder e magia.



Dragão violeta trabalhando com a ametista
e o crânio de ametista Violet para transmutação.
Ametista - A pedra da transmutação 
Com o seu tom violeta profundo, a ametista nos ensina o poder da transformação.  Esse magnífico cristal nos sintoniza com o poder celestial do renascimento.  As ondas violetas emanadas pela ametista transformam as energias negativas em positivas, deixando o corpo e o ambiente em harmonia.  Um poderoso cristal para se trabalhar novos começos, para curar a dor da perda e compreender que tudo possui um começo e fim.  A ametista vem nos lembrar de nossa jornada espiritual e sua força propulsora nos direciona para a compreensão espiritual e ascensão.  Possui grande força protetora criando campos de energia que repelem influências negativas e perturbadoras. Uma grande potencializadora de energia, a ametista nos auxilia nos processos de meditação e conexão com nossa energia divina.  Indicada para todas as situações que necessitem de transformação, renascimento e elevação.

Esse cristal possui conexão com dragões que atuam fortemente na condução das energias e ondas violetas, sua vibração permite que eles nos mostrem tudo aquilo que precisamos transformar transmutar e dar um bom uso a toda essa energia. A ametista nos permite também acessar dragões de esferas curativas e protetoras, os dragões que atuam nessa faixa vibracional estão conectados com as regiões magmáticas da terra e também com o sol.
Chakras: Frontal e Coronário | Atuação no físico: Aumento do metabolismo, purificação e emagrecimento.

Dica encantamento: Círculo violeta da transformação. 
Sete ametistas | Sete velas violetas | Sete incensos de lavanda| Um cacho de uvas roxas
Escreva a situação que você deseja transmutar em um papel branco com lápis de cor, canetinha ou caneta na cor violeta ou roxa. Posicione o pedido no centro e coloque o prato com o cacho de uvas em cima, ao redor faça um círculo com as ametistas e depois com as velas.  Coloque os sete incensos acesos cravados em um recipiente com açúcar.
Comece acendendo a primeira vela e vá recitando o encantamento vela por vela.

“Violeta da transformação, fogo ametista da regeneração invoco os dragões guardiões do violeta celestial para que possamtransformar com seu sopro regenerador a força que aqui está.
Que através desse alimento de fora para dentro eu possa transmutar.”


Após acender as sete velas e recitar sete vezes o encantamento deixe as velas queimarem até o fim, após esse término coma sete uvas visualizando-as como pequenas esferas de luz violeta que começa a atuar em seu corpo.

Cianita-negra (Vassoura de Bruxa)
 A pedra da proteção
A cianita-negra, também popularmente conhecida como vassoura de bruxa pelo seu formato peculiar, é um potente agente contra energias negativas.  Sua energia de proteção repele más intenções e manipulações energéticas.  Ela protege o campo áurico de ataques vindos de locais ocultos como magias camufladas ou locais com energias densas.  Ela fortalece nosso escudo natural de proteção, quando utilizada no lar ela cria um escudo protetor contra mal olhado, magias e roubos.  Essa pedra sem uma forte sintonia com dragões do elemento terra, sua vibração atua como escudos em locais, terrenos e construções. Dragões da terra são seres que zelam e prezam pelos seus locais de poder, você pode utilizar a vassoura de bruxa para criar um talismã de proteção para seu lar com o auxílio desses dragões.
Chakras: Base | Atuação no físico: Diminui a ansiedade e os sonos agitados.

Dica mágica: Amuleto de proteção do lar
Uma cianita negra – vassoura de bruxa | Uma vela verde ou marrom | Uma taça de vinho | Uma fita de cetim vermelha.

Escolha um dia bem de manhãzinha para fazer essa magia, o ideal seria um pouco antes de o sol começar a nascer.  Você precisará de um local que possua terra, o ideal é um jardim, porém caso não possua, pegue um pouco de terra e coloque em um vaso, não é indicado fazer isso em um vaso com planta.
Após escolher o local ou ter preparado o seu vaso com terra, acenda um incenso de aroma herbal como, por exemplo, alecrim, hortelã, arruda ou capim limão. Cave um buraco na terra e posicione a vassoura de bruxa e a cubra com a terra, após isso verta a taça de vinho na terra e acenda a vela em cima do local onde está a cianita negra. Após acender a vela recite o encantamento. 

“Da terra que ser ergue as montanhas de rocha do solo que brota a força dos dragões anciões da terra. Peço suas bênçãos para esse cristal que em seu corpo dorme que ao ser acordado sua força cresça, multiplique e frutifique em grandes muros de proteção.
Que a força das rochas expandam nesse ser e que onde ele estiver nenhum intruso poderá penetras, pelas forças das rochas e dos guardiões que estão nesse despertar.”


Deixe a vela queimar até o fim e aguarde por três dias antes de desenterrar a cianita negra. Amarre-a com a fita vermelha e pendure na porta do lado interno.

Granada – A pedra da segurança
A granada com seu tom avermelhado nos estimula a permanecer com raízes firmes nos planos terrenos.  Ela é uma pedra que nos ensina o valor de estar no aqui e no agora.  Sua intensa vibração eleva a kundalini nos trazendo mais coragem e vigor.  Sua energia está intrinsecamente ligada com a terra, estruturação, prosperidade e força de vontade.  A granada também auxilia no acesso às memórias de vidas passadas e civilizações antigas para eliminar padrões cármicos. Essa poderosa pedra tem intensa ligação com os dragões do fogo e das esferas de marte. Ela possui uma energia intensa de vigor, coragem e vitalidade. Ela nos conectar com nosso poder pessoal, com a nossa segurança e magia. Ela é perfeita para se trabalhar com os dragões guerreiros e suas virtudes.
Chakras
: Base | Atuação no físico: Indicada para recuperação de ferimentos e de estados enfermos.

Dica mágica: Escudo da coragem. 
Quatro velas vermelhas | Quatro folhas de espada de Ogum pequenas | Sal grosso | Incenso de canela, cravo, noz moscada ou patchouli.

Coloque as velas posicionas na forma de um quadrado, coloque as espadas de Ogum ligando uma vela na outra. No centro do quadrado faça um pequeno círculo de sal e coloque a granada no centro. Acenda as velas e o incenso e então recite o seguinte encantamento.

“Do magma profundo e do coração dos vulcões eu forjo meu escudo de coragem e vigor.
Pelas forças dos dragões de Marte e do fogo transformador.
Eu solicito a ancoragem nessa sagrada granada e que ela me proteja e me fortaleça como as escamas do dragão.”


Após as velas terminarem descarte o que sobrou, o sal e as espadas devem ser entregues em um bosque ou jardim.


Pessoal espero que tenham gostado das dicas, em breve teremos a parte final nesse tema.
Curtam, comentem e compartilhem!


Abraços e até a próxima.

Júlio Archanjo